Hello Readers!

Como vcs estão?
Então, hoje recebi o exemplar de Poemas de Origami direto das autoras e vim trazer a resenha pra vcs :3


Título: Poemas de Origami
Ano: 2015
Editora: All Print
Páginas: 52
Autoras: Julia Mikita e Isabella Pawlak

•Sinopse: "Origami é uma arte milenar do Japão, que consiste na criação de formas através da dobradura de papéis, sem o uso de cortes. Poema é uma obra literária, que emociona e sensibiliza o leitor. Os Poemas de Origami representam a união da sensibilidade humana com a habilidade manual de poder criar formas apenas com um pedaço de papel; escritos a 7 mãos por duas jovens poetas favorecendo a concentração, a paciência, a inspiração, a emoção, a dedicação, a composição e a satisfação pessoal de fazer algo realmente criativo entre centenas de dobraduras, versos, estrofes ou simplesmente prosa, repleta de sentimento, profundamente humana; sob os auspícios de paz e harmonia, das quatro estações do ano, que registram através de um haicai, o passar do tempo entre o céu e a terra, do Oriente ao Ocidente."

    Como as duas autoras são bem jovens a linguagem dos poemas é fácil e fluente, de modo que a leitura fica leve e dinâmica.
    O livro é dividido em 5 partes, as quatro estações do ano (Verão, Outono, Inverno e primavera) e uma quinta parte chamada Yoko.
    Os poemas das duas autoras estão espalhadas pelas partes, de modo que não sabemos quem escreveu cada poema, o que me causou aquela curiosidade boa do tipo "quem escreveu esse poema aqui?".
    Na entrada de cada parte temos um lindo desenho de um origami e uma citação de Matsuo Bashô (poeta famoso do período Edo no Japão. Durante sua vida, Bashô foi reconhecido por seus trabalhos colaborando com a forma haikai no renga - forma de poesia japonesa).
    Cada um das estações tem exatamente 5 poemas, e a parte da Yoko tem 4 poemas e uma proposta bacana para cada um fazer seu Tsuru (ave sagrada do Japão símbolo da saúde, boa sorte, felicidade, longevidade e fortuna).
    Vou mostrar alguns trechinhos de meus três poemas preferidos pra vocês ficarem querendo mais! Heuheu

    -É preciso
    "É preciso fechar os olhos
     Para dormir,
     Mas nem sempre é preciso
     Dormir para sonhar.
     (...)"

    -Cezario, Imigrante do País das 
     Estrelas
    "Você partiu.
     Foi embora.

     Na mesma hora,
     Soube que não voltaria mais.

     Isso dói. Machuca.
     Corta o coração e o pensamento.

     Então minhas lembranças voltam
     E me consolam.

     E sem querer, no vazio da noite escura,
     Encontro o brilho dos seus olhos, nas estrelas do céu."

    -Momentos
    "A vida é feita de momentos
     (...)
     Eles não podem ser guardados,
     Ou congelados,
     Vivem no agora...
     E morrem no já foi."

    Lindos né?
    Pois é, são coisinhas delicadas assim, exatamente como os origâmis, que vocês vão encontrar no livro.
    Devo admitir que esse foi o primeiro livro de poesia que li, e fico muito feliz dele ser de duas autoras nacionais jovens!

Então é isso,
Espero que tenham gostado da amostra dos poemas que coloquei pra vcs e da resenha!
Beijinhos (de origame) :*

P.s.: Abaixo segue o link das redes sociais das autoras ;)
Instagram @poemas_de_origami
Facebook: Poemas de Origami



Um Comentário

Quem Escreve?
Template desenvolvido por Follow your dreams